Conheça o Programa Jovem Aprendiz – CEAK EE!

A Lei Federal nº 10.097 de 19 de dezembro de 2000 completou 22 anos de existência. Conhecida a Lei da Aprendizagem Profissional estabelece as diretrizes para que adolescentes a partir dos 14 anos de idade possam exercer o trabalho na condição de aprendiz.

É importante lembrar que o Estatuto da Criança e do Adolescente, Lei Federal nº 8.069, de 13 de julho de 1990, estabelece no Capítulo V o Direito à Profissionalização e à Proteção no Trabalho, destacando que “considera-se aprendizagem a formação técnico-profissional ministrada segundo as diretrizes e bases da legislação de educação em vigor”.

Conforme estabelece a legislação, o CEAK Educandário Eurípedes é uma das entidades certificadas pelo Ministério do Trabalho para a execução do Programa Jovem Aprendiz.

O diferencial do Programa Jovem Aprendiz realizado no CEAK EE está na qualidade da formação do(a) adolescente enquanto cidadão e profissional ético, comprometido e crítico.

As atividades teóricas são organizadas conforme estabelecido pela legislação, de forma didática, técnica e específica, os/as aprendizes vão durante a participação no programa aprimorando seus conhecimentos e suas habilitadas, ampliando o repertório social, cultural e profissional.

Quer ser um parceiro do Programa Jovem Aprendiz e oportunizar a aprendizagem profissional para adolescentes? CLIQUE AQUI

Nome do evento: Conheça o Programa Jovem Aprendiz – CEAK EE!
Responsável: Luiz Mendes / CEAK Educandário Eurípedes.

Encerramento do Ciclo 3 – Projeto Mãos na Massa

No dia 27 de janeiro de 2023 realizamos o encerramento das atividades do Ciclo 3, composto pelas Turmas 05, 06 e 07 do Projeto Mãos na Massa. Foi um momento muito especial, pois além de encerrar as atividades destas turmas, também concluímos com chave de ouro a parceria junto ao Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes – CMDCA Campinas, que financiou o projeto por 18 meses.

O Projeto MNM tem como objetivo:

# Capacitar adolescentes e jovens na perspectiva da educação para e pelo trabalho, com competências de leitura de mundo, protagonismo e empreendedorismo desenvolvidas, para uma inserção diferenciada no mercado de trabalho;

# Desenvolver competências básicas que permitam o apoio à fabricação de pães, bolos e similares, utilizando equipamentos em conformidade com normas e legislações sanitárias, ambientais, de segurança no trabalho e da qualidade, possibilitando a formação de um futuro profissional consciente, competente e qualificado.

Após 05 meses de atividades socioeducativas e de aprendizagem prática, 53 adolescentes concluíram a participação no Ciclo 3 e, em conjunto com a equipe/diretoria da instituição, familiares, amigos e parceiros, celebraram essa conquista.

Agradecemos ao CMDCA Campinas e a todos os parceiros que potencializaram a transformação de vidas.

A seguir um pouco do resultado deste trabalho nos depoimentos dos participantes e familiares!

Gabrielly Beatriz Santos Silva (participante)

“O Projeto Mãos na Massa foi algo incrível, adorei todo momento estar lá. Adorei cada receita e amei testar elas em casa. Lá onde conheci pessoa incríveis como a Alzira, Alexandre, Sandra e a Jurema e os outros alunos que fizeram o curso. A formatura foi muito boa, quase chorei com as palavras da Alzira e foi um ótimo momento para se despedir do pessoal. Se eu pudesse fazer tudo de novo eu faria, foi tudo incrível! Amei conhecer pessoas novas, amei tudo que aprendi e amo fazer tudo na minha casa, obrigada pela oportunidade”.

Sandra Regina de Aguiar (responsável por Rafael Aguiar)

“Eu gostaria de falar um depoimento como foi esse tempo na vida do Rafael, e principalmente também na minha.  Rafael era um adolescente muito agitado. Quando conseguiu vaga lá no CEAK Educandário Eurípedes, foi acolhido com grande carinho, com um grande amor por toda a equipe, então eu só tenho a agradecer a todos, e aos colegas dele de curso também. Primeiramente agradeço a Deus, depois de todas as pessoas que participaram na vida do meu filho. Era um jovem agitado, mas com o passar dos dias ele frequentando o Educandário, tudo isso mudou, tanto na vida do meu filho quanto na minha vida.  Esse projeto que ele participou, Mãos na Massa, agregou muito a ele. Passou a ter mais contato com os colegas, pois era meio acanhado.  Rafael quase não conversava, e depois de todo esse tempo no Educandário, se soltou. Conversa e agora fala até um pouco demais. Graças a Deus eu fico feliz por isso. Ele foi para receber o certificado, só que não conseguiu ficar devido a ansiedade dele. Ficou nervoso, começou a passar mal. Vim deixar esse depoimento pois foi mais uma etapa na vida dele concluída, isso é um mérito tanto para ele quanto para mim e meu sonho como mãe do Rafael que ele possa estar um dia trabalhando nessa instituição porque fez e faz a diferença na vida do meu filho. Eu sou grata a Deus primeiramente e depois a vocês, por tudo! Eu amo muito vocês e obrigada a todos por participar na vida do meu filho e agradeço vocês por continuar participando.

Rosemari dos Santos Romão (responsável por Jéssica Umbelino)

“Bom dia, eu sou mãe de uma das jovens que fez o Mãos na Massa. Meu filho de 28 anos fez curso de Panificação aqui, faz tempo e agora minha filha de 15 anos. Posso confiar nessa instituição.  É muito bom ter esse privilégio do que passam para os jovens, aprendendo uma nova técnica, no curso. Eu sou cozinheira, fiz alguns cursos e sempre a gente aprende alguma coisa, é muito bom. Eu achei muito bom como mãe, a equipe sempre presente, sempre enviando mensagens, a Alzira apoiando e dando atividades, orientações, como se posicionar na hora de uma entrevista, e assim é muito bom. Que os jovens possam aproveitar essa oportunidade cada dia mais desenvolvendo essa habilidade que é cozinhar. A minha filha gostou muito do projeto. Eu achei legal a maneira como ensinam, meio brincando e com qualidade. Levaram para passear e conhecer outros lugares. Assim foi muito legal”.

Sara Samir Abdallah Musa (participante)

“O encerramento foi perfeito, o vídeo que o Alê fez foi muito engraçado, eu e a Débora rimos muito. Fiquei com muita vergonha na minha parte quando fui falar, mas no final deu tudo certo, amei a lembrancinha, vou sentir muita saudade do curso, da Jurema, do Ale e principalmente de você”.

Maria de Lourdes Ferreira Milla (responsável por Gabriel Milla)

“Falar sobre o Mãos na Massa é muito bom, foi incrível a dedicação dos profissionais e o aprendizado dos adolescentes o que eu via que era uma grande família eu só tenho que agradecer. Foi muito emocionante a entrega do certificado. Foi dia muito feliz para todos pais e filhos, muito grata a todos vocês”.

Silvana Quinalia Souto Lemes (responsável por Rebeca Lemes)

“Foi uma oportunidade muito boa para todos os nossos filhos. Eu como mãe, me sinto orgulhosa. É muito importante que eles adquiram maturidade, e acredito que o curso os proporcionou. Muito obrigado a todos do CEAK. Vocês estão de parabéns! Que Deus abençoe”.

Leticia Nathiely Marques Cabeça (participante)

“Olá meu nome é Letícia Natiele tenho 15 anos e participei do projeto mãos na massa sempre gostei muito de cozinhar fazer pães bolos etc meu avô é professor de alimentos na Unicamp e isso foi o que me inspirou então tudo começou quando passei a saber que existe esse curso no Educandário conversei com Alzira e gostei muito da oportunidade me inscrevi e nas primeiras aulas falamos sobre a higienização os cuidados pessoais depois disso já fomos para cozinha e quando cheguei na porta já me encantei parecia outro mundo tudo que eu sempre queria ou seja era tudo muito novo no primeiro dia fizemos pão de leite e pão de água com isso Jesus se passando e os aprendizados foram aumentando cada vez mais você acredita professora Jurema era que ficava com nós na cozinha e o Alexandre era que dava aula de projeto de vida todas as segundas-feiras ensinando como a gente cuidava do nosso presente e planejava o nosso futuro tudo isso foi muito importante para mim evolução mas enfim quero falar que fiz várias amizades aprendi a trabalhar melhor em grupo aprendi que nem tudo é como a gente quer que às vezes precisamos virar com pessoas que não queremos e aprendi muitas outras coisas hoje eu consigo ver muita mudança no meu pessoal antes não conseguia ficar na cozinha sozinha dependia de alguém para ficar comigo ou seja tinha medo agora depois que eu aprendi todas as regras todos os cuidados de todos os passos para não dar nada errado consigo fazer o que precisa e o que eu quero também sozinha quero parabenizar todos os participantes e a Alzira jurema e o Alexandre pois recomendo muito a fazer quem gosta de pôr as mãos na massa é isso aí galera,  massa e um beijo tchau tchau “

Nome do evento: Encerramento do Ciclo 3 – Projeto Mãos na Massa
Responsável: Luiz Mendes / CEAK Educandário Eurípedes.

Encontro de Responsáveis – CCII CEAK EE

Como parte das ações do Centro de Convivência Inclusivo e Intergeracional – CCII CEAK EE estão as atividades grupais de convívio, que tem como uma das propostas fortalecer o vínculo com a família e comunidade, a fim de estimular sua participação no projeto de vida dos usuários. Dentre essas atividades, está o Encontro de Responsáveis.

No ano de 2022 tivemos 03 encontros de responsáveis presenciais que trouxeram a propostas de acolher as famílias, aproximá-los, ouvi-los, dialogar, trocar ideias, aflições e sugestões.

Em sintonia com a vivência de final de ano, realizamos o último encontro que aconteceu quinta-feira, dia 07 de dezembro de 2022, oportunidade bastante significativa para partilhas e reflexões sobre a importância do papel da família na construção de cidadãos conscientes. 

Iniciamos com a Exposição Fotográfica das atividades realizadas durante o ano de 2022, a equipe CCII deu as boas-vindas aos participantes com uma calorosa acolhida e em seguida Rafaella (Assistente Social) realizou uma dinâmica que consistia em que as famílias se dividissem em 03 grupos para responder as seguintes perguntas:

  1. Quais os maiores desafios das famílias na atualidade?
  2. Qual o meu papel para contribuir para a felicidade da minha família?
  3. Quais os valores fundamentais em uma família?

A partir dessa dinâmica os apontamentos realizados geraram um diálogo salutar sobre o papel da família, fortalezas e fragilidades. Mas principalmente reforçando a importância do papel da família e desafios de educar no amor e autoridade, buscando manter vivo o diálogo, espaço de escuta e acolhimento.

A equipe pedagógica apresentou o trabalho desenvolvido nas oficinas (temáticas e ações).  E para encerramento do encontro buscamos a interação de todos os participantes através de uma música tocada pelo educador Marcos em forma de capela acompanhada de viola caipira (música de Almir Sater – Tocando em frente), que cantada por todos e emocionou todo o ambiente. 

A participação dos responsáveis nos encontros sempre é importante pois conseguimos alinhar a rotina e realizar um melhor acompanhamento no desenvolvimento dos nossos educandos.

Para nós (Centro de Convivência) ao trazermos para o diálogo os saberes, memórias e valores, reafirma a opção de adotar a perspectiva de conscientização da educação informal, desenvolvendo da criticidade dos nossos usuários e sua família e garantia de acesso aos direitos sociais.

ATIVIDADE: Encontro de Responsáveis. RESPONSÁVEL: Valquíria Santos (Pedagoga) e Rafaella Modesto (Assistente Social) 

Atividades socioeducativas: fortalecendo vínculos comunitários

Dentre as atividades desenvolvidas no Centro de Convivência Inclusivo e Intergeracional – CCII CEAK Educandário Eurípedes está o incentivo para a prática de esporte, envolvendo os cuidados com a saúde e a convivência. A partir das sugestões dos/das adolescentes, a equipe fez contato com algumas Organizações da Sociedade Civil (OSC) que atuam com adolescentes no território da região norte, para propor a realização de um campeonato. Foi assim que surgiu o “InterOSC”.

Segundo Thaynara Santos, Educadora Social do CCII CEAK EE “o interOSC tem como proposta a interação coletiva entre os jovens das instituições da nossa região, para este evento a modalidade escolhida foi o futebol”.

Ela complementa que “embora tenha uma essência competitiva, nosso objetivo foi que a socialização entre os jovens fosse o maior foco, todo o evento foi pautado no respeito, na educação, no esporte e na diversão, para isso, proporcionamos um ambiente acolhedor de disputas saudáveis entre eles, para potencializar esta proposta também mudamos o nome de campeonato para amistoso e foram colocadas regras flexíveis e de conduta para o desenvolvimento do projeto”.

Participaram do projeto piloto as OSCs CEAK EE, Grupo Primavera e ABC. Como premiação, todas as instituições ganharam um troféu personalizado do evento, feito voluntariamente por um artista e grafiteiro da nossa região, Mirs Monteiro. Todos os participantes ganharam uma medalha de participação.

Thaynara destaca que “tudo saiu como esperado e para os próximos eventos o objetivo é que tenhamos mais amistosos como este e que outras modalidades esportivas entrem no roteiro, incluindo também as meninas e outras instituições”.

Quer saber mais sobre as atividades do CCII CEAK Educandário Eurípedes? Entre em contato pelo e-mail adm8.ee.cml@ceak.org.br ou pelo WhatsApp (19) 99433.3657.

Semana da Juventude

A semana da juventude foi instituída no calendário oficial do município, por meio da lei complementar n° 115/2015. É um evento comemorado, anualmente, na semana do dia 12 de agosto, e realizado pelo poder executivo com a colaboração com o Conselho Municipal da Juventude, parceiros da sociedade civil e fundação FEAC.

Esse ano o evento foi aconteceu de 12 a 26 de agosto, com a temática “Pega Visão”: a minha, a sua e a nossa participação”, que teve como objetivo estimular os jovens à participação social, política e a representação juvenil do estatuto da juventude.

As atividades no município acontecem simultaneamente. Dentro do território da região norte de Campinas foi pensado intersetorialmente em um evento cultural, onde os jovens pudessem realizar diferentes apresentações, evidenciando seus talentos através da música, dança e poesia.

O “Sarau da juventude” aconteceu no dia 24/08, e teve como marco a participação das organizações atuantes no território. A apresentação de todo o evento foi conduzida por Marcela Moreira. O CEAK EE contribuiu com uma dinâmica de quebra gelo no período da manhã, ministrada por dois jovens do Centro de Convivência Inclusivo Intergeracional, a Gabriela Rossi, 14 anos e o Rena Barbosa Ferreira, 16 anos. Já no período da tarde tivemos a participação do Maycon Jefersson Cardoso, 28 anos, que cantou a música “É isso aí”, e emocionou a todos.

“Essa semana foi muito interessante, principalmente para eu conseguir falar em público, sou tímido e pra mim foi uma experiência nova e legal” (Renan, 15 anos).

“Eu gostei porque participei e foi super legal” (Gabriela, 14 anos)

Quer saber mais sobre as atividades do CCII CEAK Educandário Eurípedes? Entre em contato pelo e-mail contato.ee@ceak.org.br ou pelo WhatsApp (19) 99433.3657.

Grito Trans

Consta na Tipificação Nacional de Serviços Socioassistenciais (BRASIL, 2009) que o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) tem, dentre os objetivos gerais, “Oportunizar o acesso às informações sobre direitos e sobre participação cidadã, estimulando o desenvolvimento do protagonismo dos usuários” e “Favorecer o desenvolvimento de atividades intergeracionais, propiciando trocas de experiências e vivências, fortalecendo o respeito, a solidariedade e os vínculos familiares e comunitários”.

O SCFV Centro de Convivência Inclusivo e Intergeracional – CCII CEAK Educandário Eurípedes, em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e Pessoa com Deficiência de Campinas, tem por objetivo:

Fortalecer as relações familiares e comunitárias, além de promover a integração e a troca de experiências entre os participantes, valorizando o sentido de vida coletiva, contribuindo para o desenvolvimento da autonomia, preparando para o mundo do trabalho, ampliando e fortalecendo os vínculos em seu convívio social adequado, prevenindo situações de vulnerabilidades e risco social.

A efetivação destes objetivos acontece na realização dos atendimentos e das atividades do CCII CEAK EE, com o apoio da Coordenação Técnica, Equipe Técnica, composta por Assistente Social, Pedagoga e Psicóloga, dos Educadores Socais e Apoio Administrativo. Resultado deste trabalho é a Oficina Grito Trans criada pela participante do CCII CEAK EE, Karen da Silva.

Como surgir a Oficina Grito Trans a partir do relato da Karen da Silva.

No dia 28 de junho de 2022, no CCII CEAK Educandário Eurípedes, foi apresentado nas oficinas do CCII uma dinâmica diferenciada com os jovens. A dinâmica foi sobre a comunidade LGBTQIAPN+. A educadora Thaynara, o educador Marcos e eu, a Karen educanda, elaboramos esse tão importante projeto. Para mim, Karen, foi uma experiência incrível, única, fantástica, por permitirem mostrar minha existência, essência, e resistência para com a comunidade. Apresentar essa oficina, para mim, foi um grito à liberdade de expressão, que carrego comigo, dentro do meu peito. Fico muito grata por essa oportunidade dada a mim e aos educadores do Educandário Eurípedes, que tanto contribuíram comigo neste projeto. Pensando nesse projeto especial que deu voz, foi então que chamei esse projeto de Grito Trans, que serve para dar voz a mim e a comunidade LGBTQIAPN+.

No dia 06/09/2022 a Karen foi convida a desenvolver a oficina junto com a equipe da Área de Assistência Social do CEAK Educandário Eurípedes.

Promover o empoderamento dos/das participantes do CCII CEAK Educandário Eurípedes, possibilitando a emancipação individual, o reconhecimento social, o fortalecimento de vínculos e a garantia dos direitos.

Quer saber mais sobre as atividades do CCII CEAK Educandário Eurípedes? Entre em contato pelo e-mail contato.ee@ceak.org.br ou pelo WhatsApp (19) 99433.3657.


Responsável: Luiz Mendes / CCII CEAK Educandário Eurípedes

Projeto Mãos na Massa: Novas Turmas!

Iniciamos no dia 01 de setembro de 2022 as três novas turmas do Projeto Mãos na Massa. O Encontro Inicial tem como proposta acolher todos os participantes, apresentar o Projeto, realizar a acolhida, traçar as regras de convivência e fortalecer os vínculos, criando um ambiente de harmonia, coletividade e participante, envolvendo os adolescentes como protagonistas em sua atuação durante o projeto, contribuindo diretamente com o desenvolvimento e avaliação das atividades.

Estamos na reta final da realização do Projeto Mãos na Massa em parceria com o Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes – CMDCA Campinas e Secretaria Municipal de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos de Prefeitura Municipal de Campinas.

O Projeto Mãos na Massa tem por objetivos:

  • Capacitar adolescentes e jovens na perspectiva da educação para e pelo trabalho, com competências de leitura de mundo, protagonismo e empreendedorismo desenvolvidas, para uma inserção diferenciada no mercado de trabalho;
  • Desenvolver competências básicas que permitam o apoio à fabricação de pães, bolos e similares, utilizando equipamentos em conformidade com normas e legislações sanitárias, ambientais, de segurança no trabalho e da qualidade, possibilitando a formação de um futuro profissional consciente, competente e qualificado;

Toda equipe está empolgada com as novas turmas! A realização do Projeto Mãos na Massa em conjunto com a família e os parceiros tem a oportunidade de promover cidadania, impulsionar os estudos, envolver os/as adoelscentes no processo de autoconhecimento e trabalhar as habilidades para à formação profissional.

Agradecemos a todos que estão envolvidos para a realização do projeto e efetivamente, com as mãos na massa!


Nome do evento: Projeto Mãos na Massa: Novas Turmas!

Responsável: Luiz Mendes / CEAK Educandário Eurípedes

Projeto Mãos na Massa: encerramento das turmas 3 e 4

Realizamos , no dia 02 de setembro de 2022, o encerramento das atividades das Turmas 3 e 4 do Projeto Mãos na Massa em parceria com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente – CMDCA Campinas e Secretaria Municipal de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos.

Concluíram essa etapa 31 adolescentes que participaram das atividades voltadas a educação para e pelo trabalho e a capacitação de competências básicas que permitam o apoio à fabricação de pães, bolos e similares. Foi um dia muito importante para os/as adolescentes, famílias e equipe do Projeto Mãos na Massa.

Os resultados já vão surgindo…

Depoimento de Matheus Henrique Lopes de Faria (15 anos) –

“Na atividade online de quartas-feiras com o Alê sempre falamos bastante sobre vida e emprego e boa conduta. A mais deste dia foi a que eu mais gostei dentre as outras. Porque? Projeto de vida é uma coisa fácil de se fazer só falar sobre os seus sonhos e ninguém está nem aí más, só que com as aulas do Alexandre são diferentes, ele se preocupa com nós, ele quer saber e quer nos ajudar máximo possível. Hoje conversamos sobre daqui uns anos para frente e como estamos cuidando de nós e de nossa saúde, uma coisa muito pouco falada em escolas e também em muitas casas, é bom nós conversar sobre essas coisas e nós expressar com alguém que não irá nos julgar por nenhum ato ou escolha que fazemos. Talvez eu tenha gostado bastante da aula de hoje por causa de falarmos sobre a saúde, e eu ter recebido uma atenção maior do Ale, e ver a preocupação dele com relação as minhas escolhas alimentares, eu amo comer miojo e ele sabe bem disso, e sempre me fala sobre fazer um macarrão que fica muito melhor para mim e para minha saúde, ver alguém se importar com nós de uma tal maneira amigável e uma sensação que não a explicação. E por fim eu amei me ter um autoconhecimento maior do que eu já tinha e ver alguém se importar com isso e querer o meu bem cada dia mais, eu acho que o Alê deve me enxergar como um grande homem no futuro conquistando tudo o que sempre quis, dá para ter toda essa percepção, amo fazer projeto de vida com o Alê, receber conselhos da Alzira e aulas maravilhosas com a Sandra”

Depoimento Emilly Vitoria Moraes do Valle (17 anos) –

“Bom, agora estou em busca de fazer mais cursos na área de cozinha principalmente de padeiro, e cada vez mais me profissionalizar na área da alimentação. Aproveitem bem, tenha foco e força de vontade, se empenhe e aproveite cada segundo neste lugar maravilhoso porque quando menos se espera já está acabando, e este lugar nos traz oportunidades que você jamais imaginou. Bem, meu conselho é aproveite”.

Essas são algumas das conquistas do Projeto Mãos na Massa! Toda a equipe, em conjunto com adolescentes e famílias, agradece a instituição e aos parceiros que decidiram apoiar e colocar as mãos na massa para a garantia dos direitos e transformação pessoal, social e profissional de cada um que teve a oportunidade em participar do Projeto Mãos na Massa.

Conforme palavras de Paulo Edson, presidente do CEAK, o “encerramento das Turmas 3 e 4 do Projeto Mãos na Massa foi mais uma etapa vencida desse projeto, que vem se destacando nas atividades do Educandário junto aos jovens. Percebemos a transformação que se opera em cada um e a motivação e novos horizontes que se abrem para esses jovens. A presença de suas famílias no evento vem reforçar o papel transformador que o projeto realiza. Parabéns aos jovens e à equipe do Educandário pelo belo trabalho”
Paulo pontes – presidente do ceak

São depoimentos que mostram o quanto a parceria é fundamental para a construção de um mundo melhor!

Depoimento do Sr. Luciano Albino Borba, responsável pela adolescente Yasmin Yoshida Borba.

Obrigado pelo tempo que vocês tiveram em ensinar nossos filhos e reeducá-los a ter disciplina na cozinha seguindo com responsabilidade as receitas passadas por vocês em aula. Desde então a Yasmin tem sido mais organizada e atenciosa com as atividades em casa preparando desde umas guloseimas a uma refeição com qualidade. Gratidão!!! Não poderei ir na sexta-feira, sexta é o dia que eu mais trabalho. Mas fica o meu agradecimento por toda equipe envolvida no curso.

Depoimento da Sra. Alessandra Paula Fernandes, responsável pelo adolescente Matheus Fernandes da Silva.

Bom dia quero agradecer a todos envolvidos no Projeto Mãos na Massa, o Matheus melhorou muito depois que começou a fazer o curso passou a ser mais atencioso e demonstrar mais carinho comigo e com os irmãos passou a ser mais comprometido com as coisas muito obrigada a todos.

Depoimento da Sra. Alice Simoni da Silva, responsável pelo adolescente Gilson Batista da Silva Leite Junior.

Bom dia a todos, quero agradecer a equipe do Projeto Mãos na Massa pela oportunidade que proporcionou ao meu filho, de conhecimento e crescimento pessoal em especial a Alzi, Alexandre e Sandra que mais tiveram contato direto com ele e assim tiveram amor o suficiente para implantar dento dele mais que conhecimento técnico, respeito ao próximo, trabalho em equipe consciência de gratidão e demonstração de amor, afeto, dedicação a sua família, meu filho sempre teve isso dentro dele mas percebi que estava mais aflorado e evidente depois do curso. Alzi muitooo obrigada por tudo principalmente pelo amor que você dedica a essas crianças tenho certeza que assim como eu todas as mães receberam de volta filhos muito mais amorosos após o curso gratidão

Depoimento Sra. Miriam Pereira do Espirito Santo, responsável pela adolescente Sabrina da Conceição do Espirito Santo.

Boa tarde Dna Alzira!!! Ontem no encerramento foi muito prazeroso estar com todos vcs, em vê o carinho com nossos filhos, o cuidado em ensinar em dar o melhor para cada um, eu só tenho a agradecer por tudo a equipe são top, amo cada um, amo o trabalho do Educandário, todos educados e muito respeitosos com os pais e os filhos. Parabéns a todos que fizeram parte desse projeto, a Sabrina simplesmente amou…

Depoimento da Sra. Isabela Politti, responsável pela adolescente Sarah Maria Calamo Politti.

A família Politti agradece de coração o trabalho sério que o Educandário realiza há tantos anos, cuidando das crianças e jovens com aprendizado, amor e respeito! Nosso agradecimento sincero.

Confira como foi o encerramento:

Quer saber mais sobre o Projeto Mãos na Massa? Entre em contato pelo e-mail contato.ee@ceak.org.br.

Atividades Presenciais 2022

Salve galera!! Firmeza?

Meu nome é Marcos e acabei de chegar aqui no Educandário Eurípedes - CEAK para trabalhar como Educador Social no Centro de Convivência Inclusivo e Intergeracional (CCII). Nessas três semanas iniciais pude conhecer a equipe e parte da galera que participa das atividades. Já realizei algumas oficinas e estou curtindo muito!

Neste momento estou responsável por duas oficinas:

  • “Mundo do Trabalho”, que vai tratar de questões ligadas à vida profissional, emprego e renda, sonhos e projeto de vida;
  • “Pega a Visão”, onde serão abordadas temáticas transversais sobre cultura, sociedade, cidadania, comunicação, meio ambiente, dentre outras, sempre de forma criativa e lúdica.

Aguardo vocês para nossas atividades presenciais (que seguem os protocolos de segurança) e espero poder trocar muito conhecimento com todas e todos!!

Até breve!!

Nome do evento: Atividade Virtual 07 CCII – Atividades Presenciais 2022 – Responsável: Marcos L. Chabes / CCII CEAK Educandário Eurípedes.

Retorno das Atividades Presenciais

Bom dia, boa tarde ou boa noite, Pessoal. Vai depender da hora que vocês estarão lendo este blog, mas já deixo aqui meus cumprimentos.

Prazer! Me chamo Thaynara, sou Educadora Social e atuo na área esportiva.

Iniciei no CCII CEAK Educandário Eurípedes no mês de fevereiro para as oficinas de esportes. Os objetivos específicos são de oferecer práticas esportivas estimulando os jovens a manter uma interação efetiva que contribua para o seu desenvolvimento integral. Dividimos nossa semana para contemplar a prática esportiva em todas as modalidades dessa forma:

Terças-feiras, teremos a oficina de jogos de raciocínio e lógica, onde o pensamento rápido e a criatividade será nosso maior aliado.

Às quartas-feiras acontecerá a nossa tão esperada oficina de esportes. Teremos contatos com fundamentos básicos dos esportes considerados convencionais como: vôlei, basquete e futebol e os esportes não convencionais como: Flag Football e base 4.

Às quintas-feiras vamos direcionar as oficinas para o público de adultos e idosos com ginásticas e movimentos corporais. Assim, manteremos o bem-estar físico e um momento de lazer.

Aguardamos a vinda de vocês! Será muito bom contar com a presença de vocês seguindo todos os protocolos.

Até mais!