Não é Não

A festa de carnaval começará oficialmente no sábado (10), porém, na prática, foliãs e foliões já brincam nas ruas da cidade desde o último fim de semana. Para orientar e conscientizar o público atendido no Centro de Convivência Inclusivo e Intergeracional – CCII CEAK Educandário Eurípedes, realizamos uma roda de conversa com o tema “Não e Não!”.

A frase “não é não” é uma mensagem clara de que o assédio sexual não é aceitável e que as pessoas têm o direito de dizer não a qualquer comportamento sexual inapropriado. Isso significa que, se uma pessoa diz não a um comportamento sexual, não há lugar para insistência ou argumentação. A vontade da pessoa deve ser respeitada sempre. Além disso, é importante que todos nós estejamos cientes de nossos próprios comportamentos e respeitemos o “não é não” das outras pessoas.

Durante a roda, contextualizamos a questão do assédio, do desrespeito e as violações de direitos que acontecem e que não terão passagem nas avenidas. Durante a dinâmica dividimos eles em grupos e distribuímos cenas que acontecem no carnaval e eles foram identificando e contextualizando como agiriam em cada cena, a ideia é conscientizar e prevenir os nossos jovens para que haja um carnaval saudável. “Queremos levar a ideia de uma festa tranquila e com muito respeito às mulheres, sem preconceitos ou riscos à saúde e com muita diversão para todas as pessoas”.

Orientamos também que se você é vítima de assédio sexual, não hesite em procurar ajuda e denunciar o incidente às autoridades responsáveis. Temos a lei 14.786/2023, que foi sancionada recentemente e estabelece o protocolo Não é Não para proteção e atendimento em casos de violência contra a mulher, juntos, podemos acabar com o assédio sexual e construir uma sociedade mais segura e respeitosa para todos.

“Não esqueça, no Carnaval e na vida, não é não! ”

Roda de Conversa: Roda Setembro Amarelo

Todo momento é oportuno para conversar sobre a prevenção ao suicídio. Foi assim que realizamos a roda de conversa, Setembro Amarelo, no dia 05/09/2023.

Pensando em uma construção coletiva valorizando o que eles já sabem e juntando com novas informações iniciamos a nossa roda de conversa com a Psicóloga Eliane Castro.

“O amparo é uma das formas de evitar o suicídio. Quando as pessoas não se sentem valorizadas e amadas, elas querem matar essa dor e não sabem como. Todo ser humano precisa se sentir amado e esclarecido sobre suas emoções”, disse Eliane Castro.

A fala refletiu sobre “Saúde Mental”, tema abordado na roda de conversa promovida no CCII CEAK Educandário Eurípides. Com a participação dos nossos usuários, o diálogo levado reforçou, dentro da campanha Setembro Amarelo, como o acolhimento é essencial para a prevenção ao suicídio.

Para chamar a atenção do público sobre como identificar comportamentos de risco e os sinais de alerta da pessoa com intenção de suicídio, a psicóloga realizou um bate papo dinâmico no qual nossos usuários foram participando, dando seus depoimentos e alguns demostraram incômodos.

“Uma pessoa que está pensando no suicídio, ela não quer morrer, apenas quer acabar com aquela dor. Reparem nas frases do dia a dia, como “eu quero dormir e não acordar mais”, a pessoa necessariamente não precisa falar que precisa morrer. Devemos sim observar o comportamento de cada pessoa”, exemplificou a psicóloga Eliane sobre um sinal de alerta.

Conforme as palavras, a busca de ajuda profissional é fundamental.  “Qual é a melhor forma de ajudar alguém que tem ideação suicida? Dizer que é frescura não irá ajudar. O que ajuda é o apoio, o acolhimento. É o agir que salva a vida. Devemos estar atentos aos sinais. A valorização da vida tem a ver com o que a gente tem de esperança e com os apoios que não podemos perder”, frisou.

Ainda foi discutido na roda de conversa as formas como as emoções se manifestam, e como o exercício de ouvir as pessoas é importante no desenvolvimento da empatia. “A prevenção ao suicídio é uma demanda da juventude. Levar o diálogo para perto é uma das formas de mudar essa tendência, principalmente nesse período complicado que é a adolescência.

Conversamos também sobre a automutilação, essa prática causa danos ao próprio corpo, e mais do que uma resposta simples de que “querem chamar a atenção”.

Precisamos trabalhar esse tema com seriedade, já que a automutilação não é uma prática tão incomum e está também ligada à saúde emocional. Quando fizemos a pergunta ao grupo sobre tal prática tivemos uns usuários que se manifestaram e uma em particular que contou sua experiência de uma prática que era comum, porém agora não mais. Nosso trabalho de prevenção é continuaremos   acompanhando os casos manifestados e casos futuros que apareçam.

Depoimentos

“Menosprezei o que sentia por acreditar que era besteira e que procurar ajuda profissional seria um exagero. As pessoas mais próximas me falavam que estar deprimido era apenas um ponto de vista e que a minha melhora dependia exclusivamente da força de vontade. Sem dúvidas, lidar com isso foi algo que me fez perder tempo com o tratamento em procura ajuda”. E.A.C. 16 anos

“Parei de me cortar depois que entrei aqui no Educandário, encontrei força, apoio e sempre conversava com as educadoras e a Pedagoga que me fizeram entender que essa dor ia passar e que eu podia falar e não me maltratar”. A.M.S. 17 anos

Roda de Conversa: Roda Setembro Amarelo | Responsável: Valquíria Santos – Coordenadora Pedagógica CCII

CIPs Auxiliar de Padeiro e Confeiteiro

No ano de 2023, realizamos a primeira turma do Curso de Iniciação Profissional – CIPs Auxiliar de Padeiro e Confeiteiro, após retomarmos as ações frente a pandemia que afetou significativamente a vida de muitas pessoas.

O CIPs Auxiliar de Padeiro e Confeiteiro é considerado o carro chefe da qualificação profissional do CEAK Educandário Eurípedes. Tem por objetivo “o desenvolvimento de competências básicas que permitam o apoio à fabricação de pães, bolos e similares, utilizando máquinas e equipamentos em conformidade com normas e legislações sanitárias, ambientais, de segurança no trabalho e da qualidade”. Para além da aprendizagem para produção de pães, bolos e similares, o curso contempla uma oportunidade para a transformação de vidas.

Não podemos deixar de destacar o investimento social feito pela empresa Eurogerm Brasil, foi fundamental para a realização do CIPs, potencializando o trabalho realizado no CEAK Educandário Eurípedes.

A parceria Eurogerm – CEAK tem se fortalecido a cada novo projeto. Recentemente fomos parceiros do curso de Auxiliar de Padeiro e Confeiteiro e foi um sucesso!!! A forma com que a entidade gerencia o curso e o carinho que todos são tratados, é um exemplo a seguir. Temos muito orgulho e satisfação nesta parceria!!! Que venham muitos outros projetos juntos!” Poliana Signore – Gerente de qualidade e sustentabilidade

Eurogerm Brasil

Foram 04 meses de intensa troca, aprendizagem, descobertas e superações. A cada encontro um desafio, uma orientação, uma nova produção. Aos poucos, com muita energia, paciência e técnica, cada participante foi adquirindo e ampliando o conhecimento, esclarecendo as dúvidas e criando vínculos.

O curso Auxiliar de Padeiro e Confeiteiro modifica momentos e marca vidas! Gratidão constante a cada educando que confiou a nós, tempo de suas vidas para aprender, para nos fortalecer e continuar buscando o novo e insistindo em transformações. Foram momentos incríveis, saborosos e alegres junto aos educandos do CEAK Educandário Eurípedes e parceira EUROGERM. Chegamos ao fim de um curso, mas ampliando a possibilidade de escolhas na área de panificação e confeitaria, estimulando o empreendedorismo e abrindo um leque de possibilidades para a inserção no mercado de trabalho. Vários estabelecimentos da área, buscam nossos educandos, afinal transbordamos confiança através de um ensino técnico e comprometido”. Alzira Praxedes – Pedagoga CIPs – CEAK EE

Foi uma experiência muito gratificante por termos trabalhado com uma turma muito interessada. Os alunos foram muito proativos, participaram de todas as atividades propostas com muita dedicação e conseguimos atingir um resultado final muito bom nas propostas das receitas desenvolvidas. Acredito que os conhecimentos técnicos adquiridos e as receitas desenvolvidas os ajudarão em algum momento das suas vidas para a sua melhoria profissional”. Sandra Regina Zarpelon – Oficineira CIPs – CEAK EE

Aprender é um processo muito poderoso em nossa vida porque nos motiva a entender melhor o mundo em que vivemos. Estudar é fundamental para o nosso desenvolvimento, permitindo-nos adquirir novas habilidades, podendo assim tomar melhores decisões, superar nossas dificuldades e, principalmente, ser uma pessoa e um profissional melhor. É por isso que este curso é importante. Espero que o Educandário Euripides e a Eurogerm possam estabelecer novas parcerias, sempre com o objetivo de ajudar nossos adultos a se desenvolver e possuir mais oportunidades na vida”. Ary Almeida Prado – Conselho Gestor – CEAK EE

Quer saber mais sobre as atividades do CEAK Educandário Eurípedes? Entre em contato pelo e-mail adm8.ee.cml@ceak.org.br ou pelo WhatsApp (19) 99433.3657.

Nova Turma – Projeto Trampo Jovem

“Estão abertas as inscrições para a turma do 2º semestre do Projeto Trampo Jovem!!”

O Projeto Trampo Jovem tem como objetivo preparar adolescentes e jovens para o mundo do trabalho, através de atividades de incentivo aos estudos, ampliação de repertório e uma educação para e pelo trabalho, contribuindo com a inserção e permanência no primeiro emprego.

O projeto é fruto de um trabalho de aperfeiçoamento do Projeto Trampolim, que atendeu mais de 400 jovens de 2019 a 2022. Em 2020 surgiram turbulências por conta dos desafios gerados pela pandemia, onde houve a adaptação do projeto para formato virtual. Em 2021, com a melhora no cenário pandêmico, o Projeto Trampolim foi adaptado para o formato híbrido, configuração que permanecerá no Projeto Trampo Jovem em 2023.

Por sermos uma instituição vinculada à assistência social, o Projeto Trampo Jovem é 100% gratuito.

Clique aqui para se inscrever! 

Quer saber mais sobre as ações do Educandário Eurípedes?

Acesse nosso site (https://ceak.org.br/ee/blog/page/2/) ou nos siga nos Instagram (https://www.instagram.com/educandarioeuripedesceak/).”

Encerramento Turma 1 – Projeto Trampo Jovem 2023

Como parte das ações do Departamento de Iniciação Profissional (DIP) do CEAK Educandário Eurípedes, desenvolvemos o Projeto Trampo Jovem que tem por objetivo de capacitar adolescentes e jovens na perspectiva da educação para e pelo trabalho, com competências de leitura de mundo, protagonismo e empreendedorismo desenvolvidas, para uma inserção diferenciada no mundo do trabalho.

No dia 14 de julho, tivemos a alegria de celebrar com 31 adolescentes e jovens a conclusão das atividades da Turma 1 realizada no primeiro semestre de 2023.

A seguir, o depoimento do Fernando Henrique Talarico, Assistente de Coordenação Pedagógica do DIP, um dos responsáveis pelo desenvolvimento das atividades, contando um pouco sobre o trabalho realizado em 2023.

Um dos maiores desafios da era atual foi conseguir transferir conteúdo do mundo profissional a jovens, que em sua grande maioria, estava desanimado com as aulas online oferecidas pelas instituições de ensino. Vejo que embora a tecnologia tenha permitido a continuidade do processo de aprendizagem durante períodos de distanciamento social, a falta de interação presencial e as dificuldades ligadas ao ambiente virtual têm sido fonte de dificuldade para muitos jovens. Uma das principais dificuldades enfrentadas pelos alunos em aulas online é a falta de motivação. A interação social limitada e a falta de contato direto com os colegas afeta negativamente o senso de comunidade e pertencimento, fundamentais para o engajamento dos jovens. A interação face a face com os educadores é essencial para a compreensão do conteúdo, e a falta desse contato pode gerar frustração e limitações no desenvolvimento acadêmico dos jovens. Em suma, as aulas online representam um desafio significativo para os jovens e educadores, impactando sua motivação, disciplina, interação social e adaptabilidade tecnológica.

Pensando nisso, entre erros e acertos, construímos as aulas do Projeto Jovem de uma maneira que o adolescente/jovem sinta-se motivado, promovendo a interação a todo momento, seja na entrega dos conteúdos em aula, ou no desenvolvimento de atividades em grupo. Hoje permanecemos com o projeto na modalidade online, porque entendemos que assim ele é mais acessível, pois outro grande desafio que enfrentamos, que inclusive já foi tema de debate na Conferência da Assistência Social, é o alto valor do transporte público de em nossa cidade.

Penso que desenvolver um projeto online que possui apenas um encontro mensal, que visa transferir conteúdo sobre mundo do trabalho, em que exercemos a ampliação do repertório cultural, ético, social, acadêmico e principalmente, corporativo, é um ato de luta, luta esta, que só será cessada, quando desfrutarmos de um mundo com oportunidades mais igualitárias.

Quer saber mais sobre as atividades do CEAK Educandário Eurípedes? Entre em contato pelo e-mail adm8.ee.cml@ceak.org.br ou pelo WhatsApp (19) 99433.3657.

XV Conferência Municipal de Assistência Social 2023

Amanda G. Ribeiro

Como parte das estratégias metodológicas do CCII CEAK Educandário Eurípedes está a ação “Informação e comunicação sobre os direitos e formas para o seu acesso e reclamação”. Em 2023, como uma das propostas para efetivar essa ação, foi a participação na XV Conferência Municipal de Assistência Social. A seguir, o descritivo da Assistente Social do serviço, Amanda Galindo Ribeiro, sobre a nossa participação!

Como profissional do Sistema Único de Assistência Social – SUAS é a primeira participação numa Conferência de Assistência Social. Considero um espaço de mobilização social de extrema importância para garantia e ampliação de direitos. Durante a preparação, através de encontro formativo e Conferência Regional em especial da região norte, possibilitou discussões com profissionais atuantes do SUAS e as diversas dificuldades na execução dos serviços em especial pela defasagem do quadro profissional e recursos insuficientes para execução dos serviços ofertados de forma efetiva.

Houve ressalvas com falas em especial dos usuários sobre os benefícios de transferência de renda que hoje a forma que é ofertado dentro das vulnerabilidades sociais que são emergentes e diversas se tornam insuficientes, sendo necessário um olhar de cuidados dos dirigentes e nossos representantes. Durante todo o processo que participei verifiquei que houve organização e melhorias, entretanto gostaria de deixar dois relatos o site do CMAS não é dinâmico ou facilitador, pois as informações não são atualizadas constantemente e os facilitadores dos eixos devem ser melhor direcionados para que não haja desorganização nas discussões de forma que todos (usuários, trabalhadores e ouvintes) sejam direcionados diante do objetivo principal.

Algo que me fortaleceu foram as falas das usuárias que entendem que ocupar estes espaços são importantes e como esclarecidas saíram, sendo acolhidas por todo o grupo divididos em eixos que usuários estavam presente manifestando suas demandas e necessidades como ocupantes dos espaços.

A usuária Karen descreve:

“Primeiramente, quero dizer que foi prazeroso vivenciar a 15°conferencia do SUAS, pois não tinha ideia de como e dificultoso os serviços da assistência social. Para mim, foi um aprendizado que jamais esquecerei. Também não posso deixar de dizer que sou participante desses serviços. Apesar de não ser como gostaria que fosse esses serviços sim são importante para nos quanto usuárias(os). Vamos lutar para que o Suas que temos, não e o suas que queremos. Sem mais agradeço por tudo”.

Em forma complementar da fala da usuária, relembro um momento em especial, pois no primeiro dia da Conferência se falava muito das questões de trabalho dos profissionais, mas esqueceram de falar da ocupação do usuário em especial para pensar na melhoria das Políticas Públicas voltadas a eles, sendo um momento de discussão mais exaltada, sendo acolhidos pelos trabalhadores de Organização da Sociedade Civil – OSC e sentindo ausência do setor público com direcionamento das questões de trabalho.

A usuária Rose que esteve acompanhada do esposo, verbaliza que a Conferência foi legal, pois conseguiu entender melhor seus direitos e conversar com outros usuários que utilizam diversos serviços.

Quer saber mais sobre as atividades do CEAK Educandário Eurípedes? Entre em contato pelo e-mail adm8.ee.cml@ceak.org.br ou pelo WhatsApp (19) 99433.3657.

Conferência Regional Norte

No dia 02 de junho de 2023 aconteceu, na Fitel Dom Bosco, a Conferência Regional Norte como parte das ações da XV Conferência Municipal da Assistência Social, promovida pelo CMAS Campinas.

Contamos com a presença da Karen da Silva e Rosemary Simões representando os participantes das atividades do CCII CEAK Educandário Eurípedes. Também estiverem presentes o Coordenador Técnico, Luiz Mendes e as Assistentes Sociais, Amanda Ribeiro (CCII) e Vanessa Maran (DIP).

A participação dos usuários contempla um dos objetivos do serviço em “Oportunizar o acesso às informações sobre direitos e sobre participação cidadã, estimulando o desenvolvimento do protagonismo dos usuários”, conforme apresenta a Tipificação Nacional de Serviços Socioassistenciais [Disponível em: https://www.mds.gov.br/webarquivos/publicacao/assistencia_social/Normativas/tipificacao.pdf].

Importante destacar que a Karen e a Rosemary de candidataram e foram eleitas para participar como delegadas da XV Conferência Municipal da Assistência Social promovida pelo CMAS Campinas, que acontecerá nos dias 06 e 07/07, como representante dos usuários da região norte. Parabéns!

Para saber mais sobre a XV Conferência Municipal da Assistência Social, acessar o site https://cmas.campinas.br/15conferencia/.

Quer saber mais sobre as atividades do CEAK Educandário Eurípedes? Entre em contato pelo e-mail adm8.ee.cml@ceak.org.br ou pelo WhatsApp (19) 99433.3657.

Convivência e Fortalecimento de Vínculos – Dia de confraternizar

A rotina nas atividades é envolvida de recursos e estratégias para a troca de conhecimentos, ludicidade e criação de vínculos com adolescentes, jovens, adultos e idosos do Centro de Convivência Inclusivo e Intergeracional – CCII CEAK Educandário Eurípedes. As atividades externas é um desses recursos.

A todo momento pensamos em ideias que possam ser divertidas e servir como recurso para a convivência e fortalecimento de vínculos. Acreditamos que a atividade recreativa, o lazer e convivência contribuem com a socialização, que é tão importante.

Pensando no fortalecimento dos vínculos, assim como na valorização da autoestima, criou-se o dia dos “Aniversariantes do Mês” com o objetivo de celebrar a vida com todos usuários e equipe, visando uma integração e aproximação. Esse evento aumenta a sensação de pertencimento, de valorização, melhora o engajamento dos participantes nas oficinas em geral.

A comemoração aconteceu dia 30 de maio, última terça feira do mês, no Parque Taquaral, com todos os aniversariantes do mês de maio.  Encaminhamos um convite, chamando-os para a atividade externa onde tivemos lanche festivo, bolo, refrigerante e lanche, além de muita brincadeira, jogos na quadra e ótimo papo.

Consideramos os aniversariantes do mês uma alegria que faz parte da aprendizagem!  Um momento privilegiado de comunicação, de expressão e de crescimento dos grupos. É também uma atividade pedagogicamente séria e produtiva, sem dela excluir a emoção, a afetividade, o prazer do convívio social e a ousadia de criar e de brincar. Enfim de ser feliz e fazer o outro feliz.

Quer saber mais sobre as atividades do CEAK Educandário Eurípedes? Entre em contato pelo e-mail adm8.ee.cml@ceak.org.br ou pelo WhatsApp (19) 99433.3657.

Conheça o Programa Jovem Aprendiz – CEAK EE!

A Lei Federal nº 10.097 de 19 de dezembro de 2000 completou 22 anos de existência. Conhecida a Lei da Aprendizagem Profissional estabelece as diretrizes para que adolescentes a partir dos 14 anos de idade possam exercer o trabalho na condição de aprendiz.

É importante lembrar que o Estatuto da Criança e do Adolescente, Lei Federal nº 8.069, de 13 de julho de 1990, estabelece no Capítulo V o Direito à Profissionalização e à Proteção no Trabalho, destacando que “considera-se aprendizagem a formação técnico-profissional ministrada segundo as diretrizes e bases da legislação de educação em vigor”.

Conforme estabelece a legislação, o CEAK Educandário Eurípedes é uma das entidades certificadas pelo Ministério do Trabalho para a execução do Programa Jovem Aprendiz.

O diferencial do Programa Jovem Aprendiz realizado no CEAK EE está na qualidade da formação do(a) adolescente enquanto cidadão e profissional ético, comprometido e crítico.

As atividades teóricas são organizadas conforme estabelecido pela legislação, de forma didática, técnica e específica, os/as aprendizes vão durante a participação no programa aprimorando seus conhecimentos e suas habilitadas, ampliando o repertório social, cultural e profissional.

Quer ser um parceiro do Programa Jovem Aprendiz e oportunizar a aprendizagem profissional para adolescentes? CLIQUE AQUI

Nome do evento: Conheça o Programa Jovem Aprendiz – CEAK EE!
Responsável: Luiz Mendes / CEAK Educandário Eurípedes.

Encerramento do Ciclo 3 – Projeto Mãos na Massa

No dia 27 de janeiro de 2023 realizamos o encerramento das atividades do Ciclo 3, composto pelas Turmas 05, 06 e 07 do Projeto Mãos na Massa. Foi um momento muito especial, pois além de encerrar as atividades destas turmas, também concluímos com chave de ouro a parceria junto ao Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes – CMDCA Campinas, que financiou o projeto por 18 meses.

O Projeto MNM tem como objetivo:

# Capacitar adolescentes e jovens na perspectiva da educação para e pelo trabalho, com competências de leitura de mundo, protagonismo e empreendedorismo desenvolvidas, para uma inserção diferenciada no mercado de trabalho;

# Desenvolver competências básicas que permitam o apoio à fabricação de pães, bolos e similares, utilizando equipamentos em conformidade com normas e legislações sanitárias, ambientais, de segurança no trabalho e da qualidade, possibilitando a formação de um futuro profissional consciente, competente e qualificado.

Após 05 meses de atividades socioeducativas e de aprendizagem prática, 53 adolescentes concluíram a participação no Ciclo 3 e, em conjunto com a equipe/diretoria da instituição, familiares, amigos e parceiros, celebraram essa conquista.

Agradecemos ao CMDCA Campinas e a todos os parceiros que potencializaram a transformação de vidas.

A seguir um pouco do resultado deste trabalho nos depoimentos dos participantes e familiares!

Gabrielly Beatriz Santos Silva (participante)

“O Projeto Mãos na Massa foi algo incrível, adorei todo momento estar lá. Adorei cada receita e amei testar elas em casa. Lá onde conheci pessoa incríveis como a Alzira, Alexandre, Sandra e a Jurema e os outros alunos que fizeram o curso. A formatura foi muito boa, quase chorei com as palavras da Alzira e foi um ótimo momento para se despedir do pessoal. Se eu pudesse fazer tudo de novo eu faria, foi tudo incrível! Amei conhecer pessoas novas, amei tudo que aprendi e amo fazer tudo na minha casa, obrigada pela oportunidade”.

Sandra Regina de Aguiar (responsável por Rafael Aguiar)

“Eu gostaria de falar um depoimento como foi esse tempo na vida do Rafael, e principalmente também na minha.  Rafael era um adolescente muito agitado. Quando conseguiu vaga lá no CEAK Educandário Eurípedes, foi acolhido com grande carinho, com um grande amor por toda a equipe, então eu só tenho a agradecer a todos, e aos colegas dele de curso também. Primeiramente agradeço a Deus, depois de todas as pessoas que participaram na vida do meu filho. Era um jovem agitado, mas com o passar dos dias ele frequentando o Educandário, tudo isso mudou, tanto na vida do meu filho quanto na minha vida.  Esse projeto que ele participou, Mãos na Massa, agregou muito a ele. Passou a ter mais contato com os colegas, pois era meio acanhado.  Rafael quase não conversava, e depois de todo esse tempo no Educandário, se soltou. Conversa e agora fala até um pouco demais. Graças a Deus eu fico feliz por isso. Ele foi para receber o certificado, só que não conseguiu ficar devido a ansiedade dele. Ficou nervoso, começou a passar mal. Vim deixar esse depoimento pois foi mais uma etapa na vida dele concluída, isso é um mérito tanto para ele quanto para mim e meu sonho como mãe do Rafael que ele possa estar um dia trabalhando nessa instituição porque fez e faz a diferença na vida do meu filho. Eu sou grata a Deus primeiramente e depois a vocês, por tudo! Eu amo muito vocês e obrigada a todos por participar na vida do meu filho e agradeço vocês por continuar participando.

Rosemari dos Santos Romão (responsável por Jéssica Umbelino)

“Bom dia, eu sou mãe de uma das jovens que fez o Mãos na Massa. Meu filho de 28 anos fez curso de Panificação aqui, faz tempo e agora minha filha de 15 anos. Posso confiar nessa instituição.  É muito bom ter esse privilégio do que passam para os jovens, aprendendo uma nova técnica, no curso. Eu sou cozinheira, fiz alguns cursos e sempre a gente aprende alguma coisa, é muito bom. Eu achei muito bom como mãe, a equipe sempre presente, sempre enviando mensagens, a Alzira apoiando e dando atividades, orientações, como se posicionar na hora de uma entrevista, e assim é muito bom. Que os jovens possam aproveitar essa oportunidade cada dia mais desenvolvendo essa habilidade que é cozinhar. A minha filha gostou muito do projeto. Eu achei legal a maneira como ensinam, meio brincando e com qualidade. Levaram para passear e conhecer outros lugares. Assim foi muito legal”.

Sara Samir Abdallah Musa (participante)

“O encerramento foi perfeito, o vídeo que o Alê fez foi muito engraçado, eu e a Débora rimos muito. Fiquei com muita vergonha na minha parte quando fui falar, mas no final deu tudo certo, amei a lembrancinha, vou sentir muita saudade do curso, da Jurema, do Ale e principalmente de você”.

Maria de Lourdes Ferreira Milla (responsável por Gabriel Milla)

“Falar sobre o Mãos na Massa é muito bom, foi incrível a dedicação dos profissionais e o aprendizado dos adolescentes o que eu via que era uma grande família eu só tenho que agradecer. Foi muito emocionante a entrega do certificado. Foi dia muito feliz para todos pais e filhos, muito grata a todos vocês”.

Silvana Quinalia Souto Lemes (responsável por Rebeca Lemes)

“Foi uma oportunidade muito boa para todos os nossos filhos. Eu como mãe, me sinto orgulhosa. É muito importante que eles adquiram maturidade, e acredito que o curso os proporcionou. Muito obrigado a todos do CEAK. Vocês estão de parabéns! Que Deus abençoe”.

Leticia Nathiely Marques Cabeça (participante)

“Olá meu nome é Letícia Natiele tenho 15 anos e participei do projeto mãos na massa sempre gostei muito de cozinhar fazer pães bolos etc meu avô é professor de alimentos na Unicamp e isso foi o que me inspirou então tudo começou quando passei a saber que existe esse curso no Educandário conversei com Alzira e gostei muito da oportunidade me inscrevi e nas primeiras aulas falamos sobre a higienização os cuidados pessoais depois disso já fomos para cozinha e quando cheguei na porta já me encantei parecia outro mundo tudo que eu sempre queria ou seja era tudo muito novo no primeiro dia fizemos pão de leite e pão de água com isso Jesus se passando e os aprendizados foram aumentando cada vez mais você acredita professora Jurema era que ficava com nós na cozinha e o Alexandre era que dava aula de projeto de vida todas as segundas-feiras ensinando como a gente cuidava do nosso presente e planejava o nosso futuro tudo isso foi muito importante para mim evolução mas enfim quero falar que fiz várias amizades aprendi a trabalhar melhor em grupo aprendi que nem tudo é como a gente quer que às vezes precisamos virar com pessoas que não queremos e aprendi muitas outras coisas hoje eu consigo ver muita mudança no meu pessoal antes não conseguia ficar na cozinha sozinha dependia de alguém para ficar comigo ou seja tinha medo agora depois que eu aprendi todas as regras todos os cuidados de todos os passos para não dar nada errado consigo fazer o que precisa e o que eu quero também sozinha quero parabenizar todos os participantes e a Alzira jurema e o Alexandre pois recomendo muito a fazer quem gosta de pôr as mãos na massa é isso aí galera,  massa e um beijo tchau tchau “

Nome do evento: Encerramento do Ciclo 3 – Projeto Mãos na Massa
Responsável: Luiz Mendes / CEAK Educandário Eurípedes.